Home
Quem Somos
Produtos
Consultoria
Casos Clínicos
Como a órtese pode ajudar
Parceiros
Fale Conosco
   
Conheça as pesquisas e publicações realizadas.
 
saiba mais >
 

Gostaríamos, inicialmente, de agradecer aos pacientes que se disponibilizaram a cooperar com esta sessão do site CASOS CLINICOS.  A participação de cada um deles sempre nos motivou a prosseguir vizando favorecer o desenvolvimento de atendimentos cada vez mais humanos e acertivos.
A todos nosso muito obrigado.


APRESENTAÇÃO DO 1º CASO CLÍNICO:

Diagnóstico: Alteração congênita localizada no membro superior (braço) esquerdo apresentando déficits funcionais conseqüentes de:

  1. Abertura limitada do primeiro espaço interdigital (entre o polegar e o dedo indicador) impedindo a preensão e a manipulação de objetos, principalmente movimentos de precisão.

  2. Impossibilidade de utilizar o dedo indicador devido ao posicionamento alterado e força muscular reduzida.

  3. Dedo médio (ou terceiro dedo) exercendo a funcionalidade devido à possibilidade de segurar objetos juntamente com o polegar. Apesar disto apresenta incapacidade de manipular objetos maiores (ver foto)
 
clique para ampliar Foto ilustrativa da atividade funcional sem o auxilio da órtese demonstrando a impossibilidade de utilização da principal atividade manual que ocorre a partir do encontro dos dedos indicador e polegar. Este movimento é chamado pinça manual responsável pela execução de coordenação motora fina.
   
Foto ilustrativa dos ganhos funcionais adquiridos após o uso da órtese confeccionada individualmente em material neoprene®. Observa-se o ganho de amplitude no primeiro espaço interdigital (entre o polegar e o dedo indicador) acrescentando a utilização do dedo indicador aos demais. Esta nova aquisição proporciona, por implementar a coordenação motora fina, maior funcionalidade e auxilia também a percepção da imagem corporal uma vez que o individuo incorpora o membro acometido. Evita-se assim, atrofias musculares, rigidez articular por desuso e outras alterações incapacitantes por “esquecimento” do membro superior (braço) afetado.
 

APRESENTAÇÃO DO 2º CASO CLÍNICO:

Diagnóstico: Amputação traumática dos dedos indicador, médio e anular localizada no membro superior (braço) direito, solicitando cuidados conseqüentes de:

  1. Alteração da cobertura epitelial na área de enxerto gerando frequentes lacerações na pele impedindo a preensão e a manipulação de objetos, principalmente movimentos de precisão.

  2. Impossibilidade de desensibilizar a área traumatizada devido à impossibilidade do contato da mão com objetos levando também a força muscular reduzida.
 
clique para ampliar Foto ilustrativa do aspecto epitelial, visão ventral (palma da mão)
   
clique para ampliar Foto ilustrativa do aspecto epitelial, visão dorsal (dorso da mão)
   
clique para ampliar Foto ilustrativa dos ganhos funcionais adquiridos após o uso da órtese confeccionada individualmente em material neoprene® obtendo cobertura para a área mais vulnerável. Observa-se a otimização das possibilidades funcionais por meio da redução e receios do mesmo em utilizar a mão. Esta nova aquisição proporciona também a percepção da imagem corporal uma vez que o individuo incorpora o membro acometido às atividades cotidianas. Evita-se assim, atrofias musculares, rigidez articular por desuso e outras alterações incapacitantes por "esquecimento" do membro superior (braço) afetado.