Home
Quem Somos
Produtos
Consultoria
Casos Clínicos
Como a órtese pode ajudar
Parceiros
Fale Conosco
   
Conheça as pesquisas e publicações realizadas.
 
saiba mais >
 

ÓRTESES

Órteses são dispositivos que auxiliam o membro acometido durante a reabilitação funcional da mão. Elas controlam, preservam, modificam e aumentam a mobilidade com o intuito de corrigir e adequar desvios e contraturas articulares. (saiba mais).

Entre as muitas vantagens, as órteses proporcionam tratamentos menos dolorosos, mais modernos e períodos de recuperação muitas vezes mais curtos, possibilitando um retorno mais rápido às atividades de vida diária.

Os tipos de órteses variam de acordo com a necessidade do paciente. Quanto a classificação, as órteses podem ser pré-fabricadas, que são feitas em série, ou serem confeccionadas sob medida pelo terapeuta ocupacional respeitando as características anatômicas individuais.

Após sua confecção, faz-se necessário um acompanhamento com observação criteriosa do terapeuta ocupacional quanto à melhora do padrão funcional com o uso da órtese e a opinião do paciente (quando possível) ou familiar quanto ao benefício obtido.

As órteses sempre devem ser individuais, bem como relacionadas a um programa de exercícios e atividades, sendo que ajustes constantes devem ser feitos.


Confira abaixo algumas órteses desenvolvidas pela RECUPERARTE


PEIXE LÚDICO PARA TERAPIA RESTRITIVA
(Depósito de patente INPI № 0600561-6)

Indicada para indivíduos que apresentem alterações neurológicas, como por exemplo, paralisias cerebrais. Estimula, de maneira lúdica, a bimanualidade e proporciona funcionalidade por meio da restrição da mão não afetada estimulando o uso da mão afetada. Confeccionada em neoprene® e acompanhada de objetos lúdicos.

 



COTOVELEIRAS
(Depósito de patente INPI № 0600561-6)

As cotoveleiras são confeccionadas para obter a extensão do cotovelo por meio de trações suaves e graduais.




ÓRTESES


clique para ampliar
Órtese Extensora de Punho e Abdutora de Polegar com atuação ventral e dorsal associada à rolo extensor de dedos
Depósito de patente INPI № 0600561-6

A associação destes dois produtos, isto é, Órtese Extensora de Punho e Abdutora de Polegar com atuação ventral e dorsal e rolo extensor de dedos, tem indicação para indivíduos que apresentem alterações neurológicas associadas à mão hipertônica ou 'fletida' em casos de AVE ('derrames cerebrais'), paralisias cerebrais e outros. Proporciona repouso por meio do posicionamento que se baseia na biomecânica articular. Confeccionada em neoprene® que permite adequação às diferenças anatômicas individuais. A Órtese Extensora de Punho e Abdutora de Polegar com Atuação Ventral e Dorsal pode ser utilizada isoladamente ou associada ao Rolo Extensor. Sua utilização isolada durante períodos diurnos não imobiliza os dedos deixando-os livres, permitindo assim a estimulação tátil da polpa dos dedos. E sua utilização durante períodos noturnos, associada ao rolo extensor de dedos, promove o adequado e confortável posicionamento de repouso. Por sua vez o rolo extensor é um dispositivo desenvolvido para evitar a flexão demasiada dos dedos em mãos 'hipertônicas'. Contem regulagem para a abertura e distanciamento entre os dedos e o polegar.

   
clique para ampliar Órtese extensora de punho e abdutora de polegar
Depósito de patente INPI № 0600561-6

Indicada para alterações neurológicas em casos de paralisias cerebrais. Proporciona funcionalidade por meio do posicionamento do punho e abertura do polegar. Confeccionada em neoprene® modelada respeitando as diferenças anatômicas individuais.

   
Órtese de Repouso dorsal

Indicada para alterações neurológicas em casos de AVE (“derrames cerebrais”), paralisias cerebrais; ou alterações reumatológicas em casos de artrites ou tendinites. Proporciona repouso por meio do posicionamento que baseia-se na biomecânica articular. Confeccionada em material termoplástico que permite a modelagem e confecção diretamente na mão afetada respeitando as diferenças anatômicas individuais.
   
Órtese para Extensão Dinâmica dos Dedos

Indicada para lesões tendíneas, fraturas e outras alterações ortopédicas conseqüentes de traumas nas mãos. Proporciona ganho de força muscular e posicionamento baseados na biomecânica articular. Confeccionada em material termoplástico que permite a modelagem e confecção diretamente na mão afetada respeitando as diferenças anatômicas individuais.
   
Órtese de apoio para o punho ( ou cock-up ventral)

Indicada para alterações neurológicas em casos de AVE (“derrames cerebrais”), paralisias cerebrais; reumatológicas em casos de tendinites ; e ortopédicas em casos de fraturas e reabilitação pós-operatória. Proporciona repouso por meio do posicionamento que baseia-se na biomecânica articular. Confeccionada em material termoplástico que permite a modelagem e confecção diretamente na mão afetada respeitando as diferenças anatômicas individuais
   
Órtese para apoio da base do polegar
Depósito de patente INPI № 0600561-6

Órtese de posicionamento funcional da articulação que forma a base do polegar (articulação trapézio-metacarpiana) indicada para alterações ortopédicas e reumatológicas em casos de artrites ou desgastes articulares da articulação denominada trapézio-metacarpiana (rizartrose). Proporciona redução da dor e repouso por meio do posicionamento que baseia-se na biomecânica articular. Confeccionada em neoprene® modelada respeitando as diferenças anatômicas individuais.
   
Órtese para Artrite Reumatóide
Depósito de patente INPI № 0600561-6

Órtese de posicionamento dos dedos para evitar o desvio lateral (desvio ulnar) dos mesmos. Indicada para alterações reumatológicas em casos de artrites reumatoides. Proporciona repouso por meio do posicionamento que baseia-se na biomecânica articular. Confeccionada em neoprene® o que proporciona maior conforto e adaptação permitindo maior funcionalidade.
   
Órtese para abertura do polegar (primeiro espaço interdigital)
Primeiro Modelo

Órtese de posicionamento funcional da articulação que forma a base do polegar (articulação trapézio-metacarpiana) indicada para alterações neurológicas em casos de paralisia cerebral. Proporciona abertura (ou abdução ) do espaço existente entre o polegar e o dedo indicador proporcionando a manipulação de objetos maiores. Atuando também na preservação das estruturas articulares por meio do posicionamento que baseia-se na biomecânica previamente estudada. Confeccionada em material termoplástico que permite a modelagem e confecção diretamente na mão afetada respeitando as diferenças anatômicas individuais.
   
Órtese para abertura do polegar (primeiro espaço interdigital)
Depósito de patente INPI № 0600561-6
Segundo Modelo


Órtese de posicionamento funcional da articulação que forma a base do polegar (articulação trapézio-metacarpiana) indicada para alterações neurológicas em casos de paralisia cerebral. Proporciona abertura (ou abdução ) do espaço existente entre o polegar e o dedo indicador proporcionando a manipulação de objetos maiores. Atuando também na preservação das estruturas articulares por meio do posicionamento que baseia-se na biomecânica previamente estudada. Confeccionada em neoprene® o que proporciona maior conforto e adaptação permitindo maior funcionalidade.
<<voltar