Home
Quem Somos
Produtos
Consultoria
Casos Clínicos
Como a órtese pode ajudar
Parceiros
Fale Conosco
   
Conheça as pesquisas e publicações realizadas.
 
saiba mais >
 

A Terapia de Mão é a arte e a ciência da extremidade superior, isto é nossos braços. Com o incentivo de Cirurgiões de Mão, e o trabalho dedicado das terapeutas ocupacionais Leila Maria Abdalla, Leonilda Meneguês da Conceição e Maria Cândida de Miranda Luzo (que organizaram e formaram a Sociedade Brasileira de Terapeutas da Mão), o Terapeuta de Mão surgiu oficialmente no Brasil em julho de 1988. Em 1991 a Sociedade Brasileira de Terapeutas da Mão ( www.sbtm.org.br ) passou a integrar oficialmente a Federação Internacional das Sociedades de Terapeutas da Mão.

Como formação básica em Terapia Ocupacional e Fisioterapia, este profissional esta capacitado a fornecer resultados funcionais no desenvolvimento e recuperação da capacidade de desempenhar as atividades de autocuidado, as atividades produtivas (da vida pessoal e profissional) e as atividades de lazer.

Durante a especialização em reabilitação do membro superior o Terapeuta de Mão adquire e/ou aprofunda conhecimentos em:

  • Anatomia do Membro Superior e suas alterações causadas por vários traumas ou patologias;
  • Histologia da cicatrização tissular e efeitos da mobilização\imobilização no tecido conjuntivo;
  • Cinesiologia;
  • Fisiologia dos tecidos muscular, nervoso, vascular e conjuntivo;
  • Princípios biomecânicos de funcionamento do Membro Superior;
  • Procedimentos cirúrgicos e seu curso pós-operatório;


Com esta formação o Terapeuta de Mão pode atuar nos seguintes aspectos:

  • Recuperação da capacidade funcional nas atividades de autocuidado, de vida pessoal, trabalho, estudo e lazer;
  • Reeducação motora e funcional dos Membros Superiores, com toda a especificidade das preensões manuais e alto grau de sofisticação, precisão e destreza dos movimentos das mãos;
  • Confecção e treino no uso de órteses de forma individualizada;
  • Treino no uso de próteses;
  • Reeducação sensorial, objetivando a recuperação da capacidade discriminativa e normalização das sensações;
  • Tratamento de ferimentos associados às lesões;
  • Tratamentos cicatriciais;
  • Controle de edemas;
  • Controle da dor;
  • Fortalecimento muscular.


Para atingir seus objetivos, o Terapeuta de Mão utiliza-se não somente de meios físicos, como também de meios ocupacionais a fim de obter resultados funcionais significativos para o paciente, a partir de vivencia e análise das atividades que foram afetadas na vida do cliente e que podem ser utilizadas como recurso terapêutico quando feitas de forma gradual e adaptada conforme o status de saúde do mesmo.